quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Pai

Um dia,

alguém me contou

que a felicidade é algo

que se constrói aos poucos,

com leveza,humildade e,

principalmente, paciência.

Esse foi um dos dias

mais tristes que já vivi.

Eu, extremamente ansioso,

orgulhoso e arrogante,

nunca vou ser feliz.

Mas foi nesse mesmo instante

que entendi por que o meu pai

está sempre sorrindo.

OBS.: Às vezes, é como se eu tivesse 7 anos de idade.

6 comentários:

Mel. disse...

Man, isso foi realmente muito fofo!

Fábio Racoski disse...

A rara serenidade da paciência...

M. A. disse...

Depressivo =)

Bárbara Reis disse...

Eu,ansiosa,orgulhosa e arrogante acho que apesar de tudo isso dá sim pra ser feliz!

Táxi Pluvioso disse...

Depende da felicidade: ela conquista-se sobretudo com uma ENORME conta bancária.

the lost thing disse...

wow, acho que é só o que consigo dizer...