sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Pra Aquietar

A gente brigou, é verdade. Não sei quem começou a briga, sinceramente. Importa quem deu o primeiro soco ou chute ou o que quer que seja?! Acho que não. O fato é que a prosa já não me quer e eu já não quero a prosa. Quer dizer, querer eu quero, só falta a sutileza de saber chegar, de saber o que falar no ouvido e de quando roubar um beijo. Os versos também não são apegados a mim. Quando penso ser poesia, a poesia vai (embora, é claro). Quando tenho certeza de que já foi pra não voltar, cá está. E assim vai. Não gosto de escrever coisas longas também, que eu me perco nas minhas próprias avenidas, muitas vezes sem saída. Tenho a impressão de que quando passo da 10ª linha fico autobiográfico demais, até pra mim mesmo. É como se a cadeira que fica em frente ao computador fosse o divã e aí fica tudo muito triste, carregado, feio. Feio mesmo, fica tão íntimo que dá vergonha. E muita exposição nunca é legal, né?! (Apesar de ser o hobby de muita gente ultimamente). Foi? Foi.

4 comentários:

Mel. disse...

Foi sim.

Fábio Pedro Racoski disse...

Foi mesmo.

Paula disse...

Amei o texto *-*

Táxi Pluvioso disse...

Podemos correr a exposição a soco ou chute. bfds