sábado, 27 de março de 2010

quando ela for embora

quando ela for embora,

as marcas de dedo no monitor

vão me fazer lembrar.

as músicas pops e o chiclete de canela

vão me fazer lembrar.

o protetor solar filtro 30 que ficou

na prateleira de cima

vai me fazer lembrar.

a carta 4 vermelha com a pontinha amassada

do UNO

vai me fazer lembrar.

as próximas 2 horas de camisa molhada

de lágrimas

vão me fazer lembrar.

6 comentários:

M. A. disse...

Quando tudo o que você precisa é esquecer.

Mel. disse...

Olha, voltou com layout novo =)

Bacana, o poema.

Mari. disse...

... e de repente o black ficou... lilás?
HAHAHHA.
Achei bem espontâneo, gostei.

Fábio Racoski disse...

Essa memória que nos é inconveniente...

Bárbara Reis disse...

Gostei do layout e adorei o poema,me sensibilizou.

Táxi Pluvioso disse...

Êpa mudou de cor?

Boa Páscoa