quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Para Luísa

Aquele vaso de plantas...e o copo de Coca-Cola que ficou em cima da pia...e você foi embora naquele dia.Sinto saudades,sei.Gostava do jeito como você fazia massagem e de quando você tentava me convencer que Bowie era o cada mais fodão que já existiu.Depois que você foi embora,até a Lily,nossa gatinha,morreu.Encontrei-a moribunda perto da caixinha de areia.As plantas murcharam porque eu sempre esqueço de regar.Este lugar perdeu a vida,parou de fazer sol e agora só chove,que nem naquele livro do García Marquez que você me emprestou.Agora vou ao teatro sozinho e já não tem graça.Agora,só leio best-sellers escrotos e repetitivos,pra ter sobre o que conversar com as outras pessoas,porque quando você tava aqui eu não precisava de mais ninguém,você sabe.Aceita esta carta,pára de ser babaca e volta pra casa,que tem um amigo que precisa de você!

3 comentários:

Mel. disse...

aaah o bowie é demais, nem vem!

Bárbara Reis disse...

Lindo,lindo,lindo!

Me emocionou.

Táxi Pluvioso disse...

Ufa que desgraça!