sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Executivo mimado

"Porra,amor,minha vida é vácuo,sabe?VÁCUO!" E ela disse,em resposta:"Eu nunca entendo essas suas metáforas.Explica como funciona essa nova." Respondo:"Amor,minha vida é falta.Eu não tenho dinheiro,tempo ou idade pra fazer as coisas que tenho vontade.Eu vejo o mundo morrer à minha volta,porque não consigo fazer nada que quero.Estou estagnado,podre,amaldiçoado pra sempre." E ela:"Ah,vai te foder,seu pessimista de merda.Tem mundo lá fora,tem eu aqui.Você me come 4 vezes por semana,a gente ri pra caramba,vê os filmes mais legais do mundo,temos os amigos mais legais do mundo e você quer reclamar?"Minha resposta:"Esse é o problema,querida.Tudo de bom que eu faço parece apenas uma prévia do que há de melhor.Nada de bom que eu faço,sacia o meu vazio.Falta um têmpero a mais,talvez um gergelim ou uma pimenta mais picante" Já cansada das reclamações:"Sabe de uma coisa?Vem cá que eu resolvo seu problema." E eu,indefeso,entrego-me mais uma vez aos braços daquela que amo.Eu a amo,ela é linda,gostosa,só me faz mal,eu acho.Ela crê que todos os problemas do mundo se resolvem com risada e sexo.Óbvio,os dois são ótimos,só que,acreditem,cansam.Quando na sua vida só há risada e sexo,eles se tornam óbvios e cansativos,aí você começa a fazer merda.Eu (a gente) já tentei de tudo.Sexo grupal para melhorar o sexo e comédia russa,indiana,escandinava para mudar as risadas.Funciona durante 5 anos.Depois sobra o vácuo,o vazio.Quando sua mãe descobre o que você e sua mulher têm feito,você,como uma criança que fez merda,se sente um vadio,devasso,nojento e aí vem a constatação do desespero em que você se encontra.Seu rendimento no emprego piora,sua aparência piora,o sexo piora,as risadas somem.Aí você passa mais tempo com os seus amigos,bebendo mais cerveja,jogando futebol,sua mulher diz que você tá distante e seu casamento que primeiro era lindo,apaixonado e que depois virou devasso e vadio,acaba entrando em crise.E como apimentar a relação se a gente já experimentou de tudo?Não sei.Na verdade,só me falta tempo,às vezes,mas eu tenho,sem dúvida,idade e dinheiro pra fazer o que me der na cabeça.Só que com toda essa loucura,eu esqueço que minha vida é ótima,que minha mulher(que adora sexo) poderia ser como a maioria,que prefere fazer esporadicamente e não de maneira tão selvagem,e que meu emprego me paga muito bem pra eu trabalhar pouco.Eu sou um mimado,essa é verdade.

2 comentários:

M. A. disse...

"Você tem que entender
que eu sou filho único
e os filhos únicos são seres infelizes"

Cazuza à parte, é por isso que não acredito em casamentos.

Bárbara Reis disse...

Hahahaha,talvez eu acredite em casamentos.

Anyway,fugir de lugares comuns é legal.

Gostei do texto.